Jornada do Patrimônio Paulista 2018

O que é patrimônio para você?
E para sua cidade?

Para além dos aspectos financeiros ou pessoais, patrimônio cultural é o conjunto de valores, tradições e memórias que queremos deixar para as futuras gerações. Eles podem ser históricos, arquitetônicos, artísticos, paisagísticos, ambientais ou mesmo saberes e modos de fazer da comunidade.

A Jornada do Patrimônio Paulista 2018 é dedicada ao conhecimento e à reflexão sobre o que é este patrimônio e sua importância na vida das cidades e das pessoas.

conheça, envolva-se, participe!

#jornadadopatrimoniopaulista

Sobre a jornada

O que é?

No início, na França, a Jornada do Patrimônio abriu as portas de edifícios públicos para visitação. Mais de três décadas depois, espalhou-se em todo mundo, com visitas guiadas em imóveis públicos e particulares, e variadas atividades dedicadas ao conhecimento e reflexão do patrimônio cultural de um lugar.

A Jornada do Patrimônio promove encontros da população nos bens do seu patrimônio e aproximação das práticas culturais, saberes e fazeres das pessoas de um lugar. É também uma oportunidade para troca de experiências relacionadas à preservação, difusão e valorização do Patrimônio Cultural.

História pela Europa

A primeira Jornada do Patrimônio aconteceu em 1984, na França, por iniciativa do Ministro da Cultura Jack Lang, no terceiro domingo de setembro e se chamava “Jornada Portas Abertas nos Monumentos Históricos”. A ideia era abrir as portas de locais reconhecidos como patrimônio nacional, como monumentos, igrejas, casas, bancos, tribunais, prefeituras, hotéis entre outros locais públicos e privados que comumente não estão livremente abertos ao público.

Em 1985, durante a realização da 2ª Conferência de Ministros Europeus do Conselho da Europa, o Ministro Jack Lang propôs a extensão dessa atividade por outros países europeus e imediatamente teve a adesão da Bélgica, Holanda, Luxemburgo, Malta, Escócia e Suécia, que realizaram eventos similares em seus territórios.

Em 1991, o Conselho da Europa instituiu o “European Heritage Days”, ou “Dias do Patrimônio Europeu”, e ao longo dos anos foi ganhando a adesão de 50 países. Atualmente, estima-se que mais de 20 milhões de pessoas visitam cerca de 30.000 locais e manifestações consideradas patrimônio por toda a Europa. Anualmente, é definido um tema para esses dias, sempre estimulando o intercâmbio entre as várias e diferentes culturas presentes na Europa, e desde 1999 o European Heritage Days tem um slogan único: “Europa, um patrimônio comum.”

Cidade de São Paulo

Em 2015, a Prefeitura da cidade de São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura e do Departamento do Patrimônio Histórico, decidiram instituir a Jornada do Patrimônio com proposta semelhante à da Europa: dedicar um fim de semana completo à reflexão e ao conhecimento do patrimônio presente na cidade de São Paulo, em especial aqueles locais pouco conhecidos por dentro, como o Gabinete do Prefeito, por exemplo, ou um apartamento privado do Edifício Lausanne, projetado pelo arquiteto Franz Heep. A Secretaria de Estado da Cultura também abriu seus equipamentos para visitação.

Nos anos seguintes, a Jornada do Patrimônio na cidade de São Paulo foi ampliada e teve em agosto passado sua quarta edição.

Nosso histórico

Acesse o site da edição da Jornada do Patrimônio 2017 para conhecer e acompanhar a evolução da inicitiva